Dia de São José



No Dia de São José, comemorado anualmente em 19 de março, temos a oportunidade de celebrar um dos santos mais queridos do povo brasileiro, que possui grande devoção por ele devido aos testemunhos de graças recebidas, sua personalidade branda e serena, seu amor imensurável pela Virgem Maria e seu filho Jesus, etc.

Dia de São José
Dia de São José
No fundo, a verdade é que o papel desempenhado por São José na História da Salvação foi de fundamental importância, motivo pelo qual o povo brasileiro se identifica com ele.

Esse não é um feriado nacional, mas em alguns estados do Brasil é, dada a maior vinculação das pessoas locais com a pessoa do santo.

Conheça melhor os motivos de se celebrar essa data comemorativa, que é o Dia de São José e a personalidade dele, que é um dos santos mais queridos de todo o mundo!

Veja também sobre Nossa Senhora Aparecida

Padroeiro da Igreja e dos trabalhadores

A Igreja Católica Romana, que é responsável pela maioria das canonizações que conhecemos na história, foi quem procedeu a canonização de São José e, ainda além disso, o proclamou como Padroeiro da Igreja em todo o mundo, reconhecendo sua enorme importância para a história da salvação da humanidade.

E além da comemoração em 19 de março temos também a sua memória celebrada em 1º de maio dia em que a maioria dos países do mundo comemora o dia do trabalhador.

Isso se deve ao fato de que São José era um humilde trabalhador, um carpinteiro que trabalhava de sol a sol para sustentar a sua família, conhecida pelos cristãos católicos como a “Sagrada Família”.

Por isso essa data comemorativa é ainda mais acentuada, já que se trata de algo que ultrapassa os limites do Brasil e atinge fiéis católicos de todo o mundo.

Origem do Dia de São José

A tradição no culto a São José ganhou vigor dentro do mundo cristão, apesar de ser o pai adotivo de Jesus. A razão mais provável é que em suas origens os cristãos só prestaram algum tipo de culto aos mártires e não foi o caso de São José.

No início do século IV, o culto a São José entre os coptas (egípcios da fé cristã) começou a aparecer, e sua festa apareceu no dia 20 de julho do calendário copta.

No mundo ocidental aparecem as primeiras referências ao seu culto em 1129, onde há uma igreja dedicada ao seu nome em Bolonha (Itália).

Os Padres Carmelitas foram os primeiros a transferir seu culto do Oriente para o Ocidente de uma maneira completa e, depois de sua aparição no calendário dominicano, estavam ganhando cada vez mais força.

Durante os anos seguintes, grandes personalidades que mais tarde se tornaram santos, em alguns dos casos, tiveram uma grande devoção por São José, o que fez com que seu culto ganhasse mais força.

A contribuição de Jehan Charlier Gerson é significativa e, em 1400, ele compôs um Escritório do Noivado de São José.

No pontificado de Sisto IV, São José foi introduzido no calendário romano, que é o que chegou aos nossos dias, no dia 19 de março.

Isso foi fundamental e, a partir daquele momento, tornou-se uma festa simples, indo depois a uma festa dupla para Inocência VIII, uma festa dupla de segunda classe de Clemente XI. Finalmente, Pio IX o nomeou patrono da Igreja Católica.

Veja também a celebração de Corpus Christi

Relação com o povo nordestino

O povo nordestino possui fortes vínculos com a pessoa de São José e por isso nessa região temos grandes manifestações de carinho por ele nessa data comemorativa.

Os nordestinos recorrem a ele para pedir graças e tem uma curiosa crença de que se chover no Dia de São José, é sinal de que o inverno será bom na região. Trata-se de uma relação de piedade que leva ao exercício da fé.
TUDO SOBRE:

Comentários